Salvar chaves SSH dos servidores, IP, porta e nome do host no macOS Sierra - dicas de configuração de terminal e SSH

Embora as discussões tanto aqui como em diversos fóruns sobre o facto de o novo MacOS Sierra, Sites de chave privada não são mantidos keychain após o reinício.

Para servidores adminitratorii que usam autenticação de chaves SSH com seguro, é menos incômodo. Toda vez que você quiser login via SSH / Terminal, você deve executar o comando: ssh-add -K ~ path / private_key.pemDepois que a linha de comando Terminal para executar a conectividade e autenticação para servidores gerenciados. Normalmente, executar o comando: ssh root @ ip_address.

Uma solução mais simples seria editar o arquivo ~ / .ssh / config no qual criar uma espécie de apelido, tanto para a chave de autenticação quanto para o usuário e nome do host.

1. Abra o aplicativo Terminal no MacOS e executar o comando:

sudo nano ~ / .ssh / config

2. Adicione as seguintes linhas:

anyname acolhimento
HostName IPServer
port 22
usuário root
IdentidadeFile /Volumes/path/private_keys.pem

3. Ctrl+X em seguida Y si Enter para salvar as alterações na configuração.

Para autenticação via Terminal, irá executar a linha de comando: anyname ssh. A autenticação será feita automaticamente com o usuário "root" no nome do host e na porta indicada na configuração, usando a chave de autenticação indicada em IdentityFile".

Você pode adicionar quantos apelidos quiser no arquivo ~ / .ssh / config. A condição é que na linha "Host" você tenha nomes diferentes.

Salvar chaves SSH dos servidores, IP, porta e nome do host no macOS Sierra - dicas de configuração de terminal e SSH

Sobre o autor

discrição

Apaixonado por tudo que é gadget e TI, escrevo com prazer em discriçãosettings.com desde 2006 e gosto de descobrir com vocês coisas novas sobre computadores e sistemas operacionais macOS, Linux, Windows, iOS e Android.

Deixe um comentário